• Edu Peres

O KIT de Sobrevivência pro Carnaval



Olá pessoal! Carnaval está batendo na porta, e além das fantasias e da coreografia do Fitdance decorada, tem algo super importante pra preparar pros bloquinhos: o kit de sobrevivência do Carnaval. Além do celular reserva (pra não ficar na mão se acontecer o famigerado arrastão), do endereço de casa tatuado no braço (experimenta dizer ''Avanhandava'' bêbado) e do dinheiro em espécie (porque só quem viveu os golpes de cartão clonado sabe que bloquinho nao é lugar pra passar no crédito), a lista do kit pode ser bastante incrementada. E como esse é um canal de saúde, obviamente as dicas estão organizadas pra garantir que você passe um Carnaval saudável:






Água


Passar horas sob o sol no calor de fevereiro se entupindo de álcool é uma prova de resistência.


Para evitar ensolação e acabar com sua imunidade, beba água. Uma hidratação adequada salva sua folia!






Enxaguante bucal


Porque a gente sabe muito bem que você vai beijar muitas bocas e um beijo pode compartilhar muitas bactérias.


Sendo assim, garantir uma boa higiene bucal é essencial!







Halls preta


Seguindo a lógica da dica anterior, nada melhor que beijar uma boca com gostinho bom. Sem contar que pode ser útil para outros serviços orais que ocorrem no carnaval.




Álcool em gel


A mão carrega muitas bactérias, e sejamos sinceros, no Carnaval as mãos passam por muitos lugares.


É interessante deixá-las limpinhas.






Camisinha / Dedeira de látex


Por motivos óbvios, pois são a melhor forma de proteção contra ISTs e um metodo contraceptivo bastante efetivo.


Se uma for pouco pra um dia, vale lembrar que a camisinha está disponível de graça no posto de saúde mais próximo e não tem limite de quantidade por pessoa.



E se a camisinha estourar, você esqueceu de por, ou nem lembra como chegou na casa da pessoa que está deitada ao seu lado, saiba que a PEP está disponível.


A PEP é a Profilaxia Pós-Exposição, ou seja, é um tratamento realizado até 72h após qualquer exposição de risco de infecção pelo vírus HIV. Sua função é garantir que a pessoa exposta não contraia o vírus, e o tratamento dura pelo período de 28 dias, sendo realizada testagem de sorologias e acompanhamento médico neste tempo.


A medicação pode ser encontrada em urgências que atendem serviço sexual e também em CTAs (Centros de Testagem e Aconselhamento) e SAEs (Serviços de Atendimento Especializado). Saiba que a sua saúde sexual depende de você e que a melhor forma de curtir o Carnaval é com responsabilidade e segurança.


Boas festas!

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

Portal Edu Peres

Formulário de Inscrição

  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter

©2020 por Edu Peres Sexologia. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now